Chapada dos Guimarães: natureza em abundância

O que achou deste artigo?
Bom
Regular
Ruim

Chapada dos Guimarães - MT

O Brasil é repleto de exuberantes paisagens naturais distribuídas pelos parques nacionais ao longo de todo o seu território. Na região do cerrado e no coração do Mato Grosso, fica o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, que desde 1989 é um alvo dos ecoturistas do mundo todo.

Com cerca de 320 quilômetros de extensão, a área verde que na antiguidade foi habitat de dinossauros, hoje compõe um belo cenário que combina florestas, cachoeiras, cânions e as famosas chapadas, que são paredões de arenitos avermelhados que se converteram nas marcas do parque.

chapada.jpgFoto: Privalia.

A região já se tornou sinônimo de aventura por suas trilhas que levam a espetaculares mirantes naturais, como o cartão postal do parque, a Cachoeira Véu de Noiva. Com 86 metros de altura, lá é possível desfrutar de uma vista panorâmica da queda da água que se parece com um véu de noiva gigante e desemboca em um poço de águas cristalinas.

Outra atração do parque é o Morro de São Jerônimo que, com o acompanhamento de um guia e muito preparo físico, permite seguir uma trilha de 12 quilômetros, atingindo o ponto mais alto da Chapada dos Guimarães, com quase 900 metros de altitude. São cinco horas de caminhada passando por atrações naturais, como A Casa de Pedra, Totem, Mesa do Sacrifício, entre outras formações rochosas, cheias de misticidade.

Ainda dentro da reserva, é possível visitar a Caverna Aroe-Jari, uma gruta de arenito com extensão de 1.550 metros e cheia de inscrições rupestres. Com uma caminhada de meia hora, a partir da caverna, o turista pode se deslumbrar com a vista da Gruta da Lagoa Azul, uma nascente de água azul cristalina que reflete sob as paredes da gruta causando um efeito de espelho.

Muitas vezes o parque acaba sendo fechado, devido às queimadas, mas mesmo assim o turista pode apreciar a vista de cima dos mirantes que ficam do lado de fora do parque, entre eles o Portão do Inferno ou o Mirante Chapada e ainda aproveitar para tomar banho de cachoeira no Complexo turístico da Salgadeira e na Cachoeira dos namorados.

Sem dúvida, um dos mais belos acervos naturais do cerrado brasileiro, a Chapada dos Guimarães se figura como um importante cemitério arqueológico e místico no centro geodésico da América do Sul.

O que achou deste artigo?
Bom
Regular
Ruim

 

Links Patrocinados

ContatoPolítica de PrivacidadeQuero AnunciarJa sou anunciante

© 2009 - 2018 Portal Que Viagem Todos os direitos reservados

Página gerada em 0.041 s